Sexta-feira, 15 de Junho de 2007

""MAE... Fiz o que me pediste!

olá! Hoje mandaram-me uma mensagem que me deixou triste ao lê-la, mas ao mesmo tempo alertou-me um pouco mais para os cuidados que devemos ter quando por exemplo vamos a uma discotece e bebemos mais do que deviamos e pegamos num carro para voltar para casa.

A mensagem era assim:

 

""MAE... Fiz o que me pediste!
Fui ah festa, mae. Fui a uma festa, e lembrei-me do que me disseste. Pediste-me que eu n bebesse alcool,
mae... Entao, bebi uma "Sprite".
Senti orgulho de mim mesma, e do modo como me disseste que eu me sentiria e que n deveria beber e conduzir. Ao contrario do que alguns amigos me disseram. Fiz uma escolha saudavel, e o teu conselho foi correcto. E quando a festa finalmente acabou, e o pessoal comexou a conduzir sem condixoes... Fui para o meu carro, na certeza de que iria para
casa em paz... Eu nunca poderia esperar... Agora estou deitada na rua, e ouvi o policia dizer: "O rapaz que causou este acidente estava bebado", mae, a voz parecia tao distante... O meu sangue esta escorrido por todos os lados e eu estou a tentar com todas as minhas forxas, n chorar... Posso ouvir os paramedicos dizerem: "A rapariga vai morrer"...Tenho a certeza de que o rapaz n tinha a menor ideia, enquanto ele estava a toda velocidade, afinal, ele decidiu beber e conduzir e agora tenho que morrer... Entao por que as pessoas fazem isso, mae? Sabendo que isto vai arruinar vidas?
A dor esta-me a cortar como uma centena de facas afiadas... Diz a minha irma para n ficar assustada, mae, diz ao papa que ele seja forte... E quando eu partir, escreva "Menina do Pai" na minha sepultura... Alguem deveria ter dito aquele rapaz que eh errado beber e
conduzir... Talvez, se os seus pais tivessem dito, eu ainda estivesse viva...
Minha respiraxao esta a ficar mais fraca, mae, e estou realmente a ficar com medo...
Estes sao os meus momentos finais e sinto-me tao desesperada...
Eu gostaria que tu pudesses abra??????????????????????????????????????????????????????ar-me, mae, enquanto estou esticada aqui a morrer, eu gostaria de poder dizer que te amo, mae...
Entao... Amo-te e adeus..."

 

Estas palavras foram escritas por um reporter q presenciou o acidente.

A jovem, enquanto agonizava, ia dizendo as palavras e o reporter ia anotando...
Muito chocado. Este reporter iniciou uma campanha, que tinha como objectivo elucidar mais as pessoas sobre este assunto.

 

Sempre que forem a uma discoteca lembrem-se desta história ok.

Bjs

publicado por sofia-sama às 18:26
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De raio a 30 de Julho de 2007 às 18:16
... tudo o que está ligado com o trafego nas nossas estradas deverá ser cautelosamente visto e revisto....
Se agora não conduzo embriagado já houve alturas em que o fiz ... e podes ter a certeza de uma coisa ... quando o fiz estava bem mais atento à estrada e ao pormenores do transito que quando conduzi com sono ... ou seja se não é permitido conduzir com alcool também não deveria ser permitido conduzir com sono ... e nós sabemos que há muita gente que depois de uma ou duas "directas" vai para a estrada ... colocando em risco a sua vida e a do próximo ...
Saudações
Raio de Trovoada Seca

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. um intruso!!!!

. olá a todos!

. ""MAE... Fiz o que me ped...

. verdade ou mentira?

. ...

. ...

. A uma semana de distância...

. ...

. Não ao Racismo!

. Bom fim -de- semana !!!!!...

.arquivos

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds